Academia do Vinho

Academia do Vinho - 17 anos - O mais importante site sobre vinhos no Brasil

O vinho é uma bebida substancialmente maravilhosa apropriada ao homem, na saúde e na doença, se o administrarmos na justa medida, segundo a constituição de cada um - HIPÓCRATES (460-370 a.C.)

Voltar

França França

Regiões

França possui as seguintes regiões vinícolas:

Alsace

Bordeaux

Bourgogne

Champagne

Corse

Côtes du Rhône

Jura

L`Est

Languedoc-Roussillon

Provence

Savoie

Sud-Ouest

Val de Loire

 

Mapa vinícola da França

Mapa vinícola da França


A França tem uma área similar ao estado de Minas, mas possui uma grande variedade de climas e características geográficas, o que cria um enorme conjunto de diferentes terroirs para a produção de vinho.

As seis regiões vinícolas francesas de maior prestígio internacional e cujos vinhos são disponíveis em maior quantidade no mercado brasileiro, são: Alsace, Bordeaux, Bourgogne, Champagne, Côtes (ou Vallée) du Rhône e Val (ou Vallée) de la Loire. Às elas somam-se as regiões Centre, Est, Jura, Provence, Languedoc, Roussillon, Savoie e Sud-Ouest, menos prestigiadas, mas com alguns vinhos de excelente qualidade.

O País

Não é um exagero classificar a França como o melhor país vinícola do mundo. Nenhum país possui tantos vinhos de excepcional qualidade como os encontrados entre os Vinhos AOC (Appellation de Origine Contrôlée), os vinhos de Denominação de Origem Controlada. Existem cerca de treze grandes regiões vinícolas na França, algumas das quais possuem até mais de vinte AOC. Além dos vinhos AOC, existe ainda uma enorme quantidade de Vins de Pays, ou Vinhos Regionais, alguns muito bons.

Das regiões vinícolas francesas a que mais se destaca é, sem dúvida, Bordeaux, por possuir o maior número de vinhos excepcionais, os grandes Chateaux do Médoc, muitos deles com preços excepcionalmente altos.

Os vinhos de alta qualificação de Bordeaux são os principais responsáveis pelo prestígio dos vinhso franceses no mundo, posição de marketing hoje pertencente à Champagne.

A Bourgogne (Borgonha), com seu clima mais frio e vinhos muito sofisticados, é a segunda região mais importante. Possui varias sub-regiões, cada uma com suas particularidades de estilo, mas todas usando com as mesmas uvas: Chardonnay e Pinot Noir. A Bourgogne é um mundo vasto, intrincado, delicado e maravinhoso pel aelegânci de seus vinhos.

Outras regiões de destaque são a Champagne, berço dos espumantes mais famosos do mundo, a Côtes du Rhône, produtora de excelentes tintos robustos, a Provence, berço de belos e delicados rosés, e o Languedoc-Roussillon, no sul, hoje a região mais emergente para o cenário internacional.

Para se entender corretamente a vinicultura francesa, é importante provar vinhos representativos de cada uma das regiões vinícolas francesas. Só assim é possível descobrir a diversidade e a complexidade dos vinhos franceses e suas infinitas vocações gastronômicas.

Classificação dos Vinhos Franceses

• Vins de table - Vinhos de mesa

Constituem a maior parcela de vinhos da França: 55% da produção total. No entanto, são os vinhos de menor qualidade e não podem conter no rótulo o nome de nenhuma região, sub-região ou vinhedo específico, mas apenas a expressão Vin de France.

• Vins de Pays - Vinhos Regionais

São vinhos de qualidade superior à dos vinhos de mesa, elaborados segundo regras restritas e provenientes de regiões não AOC pequenas, como departamentos ou províncias, distritos, zonas ou comunas, cujos nomes lhe conferem uma denominação específica. Correspondem aproximadamente a 15% da produção total dos vinhos franceses. Existem cerca de 150 regiões diferentes de vin de pays espalhadas por todo o país, mas a maioria (85%) é proveniente do sul do país, especialmente na costa mediterrânea sul, também conhecida como Midi.

• Appellation d’Origine Vins Délimités de Qualité Supérieure (AOVDQS)

Vinhos Delimitados de Qualidade Superior - Constituem o segundo grau na hierarquia de qualidade. Provêm de 22 regiões vinícolas também delimitadas, mas de menor prestígio do que as AOC e representam 1% dos vinhos franceses.

• Vins de Appellation de Origine Contrôlée (AOC)

Vinhos de Denominação de Origem Controlada - São os vinhos de melhor qualidade, provenientes de áreas específicas que podem ser grandes regiões, sub-regiões menores, comunas, cidades e, até mesmo, um único vinhedo. Existem ao todo 357 AOC que, no entanto, correspondem a apenas 29% da produção total do país.

• Existe também a denominação Vins de Qualité Produits dans une Region Déterminé (VQPRD), isto é, Vinhos de Qualidade Produzidos em uma Região Determinada. Ela foi criada pela Comunidade Econômica Européia (CEE) para os vinhos de melhor qualidade dos seus países membros. Na França, a VQPRD engloba os vinhos dos tipos AOVDQS e AOC, citados anteriormente.

© 1997-2014 Academia do Vinho - Aprecie o vinho com moderação
Nenhuma reprodução, publicação ou impressão de textos ou imagens deste site está autorizada